CORAÇÃO SEM JUÍZO

Autor: Beto Rocha Quantas vezes na vida…Amamos alguém de verdade,Outras vezes rejeitamos esse sentimentoSentimo-nos fragilizados,Então fechamos o nosso coraçãoPara não se apaixonar.Por muitos sofrimentos do passadoDeclaramos não mais amar.Quantas vezes na vida…Não queremos mais esse sentimento.Mesmo assim ele entra no nosso peitoE quando percebemos,Lá esta ele novamente,Inteiramente em nossa mente,Curando as feridas deixadas.Abre as portasContinuar lendo “CORAÇÃO SEM JUÍZO”

FOLHAS SECAS

Autor: Beto Rocha O dia amanhece,Acordei ao lado da solidão.Nesta cama vazia,Brota em meu coraçãoA dor da saudade.O seu silêncio não fala comigo;Você foi embora assim tão de repente,Caminhando sem saber a direção;Ninguém passar por mim.Folhas secas caem no caminho,São levadas pelos ventos.Delírios confundem os sentimentos;Cavalgo nessa longa estrada,Você viaja em meus pensamentos;Sento à beiraContinuar lendo “FOLHAS SECAS”

MULHER FABULOSA

Autor: Beto Rocha Mocinha… És uma mulher fabulosa, Tu és apaixonante; Em um instante te tornas Um perigoso furacão. Quando andas nas ruas, És fonte de inspiração. Te tornas perigosas curvas; Todos ficam apaixonados Com o esplendor do teu fulgor; Tu és um grande amor, Doce é teu sabor; Também és uvas. Em pleno frioContinuar lendo “MULHER FABULOSA”

SOFRENDO EM SILÊNCIO (Reflexão)

Autor: Beto Rocha Em uma bela tarde de domingo, início de primavera, lá estava Karol, uma linda jovem de dezessete anos, cheia de sonhos para realizar, sentada em um banco da praça. Próximo dali havia um jardim cheio de flores muito coloridas, um lugar perfeito para uma jovem bastante feliz, que vivia rindo e seContinuar lendo “SOFRENDO EM SILÊNCIO (Reflexão)”

LINDA MENINA

Autor: Beto Rocha Ah! que saudade eu tenhoDe uma flor que vai embora;É a menina mais lindaQue a primavera fez pra mim.O meu rosto está molhado,A saudade não tem fim;Quando por mim você passavaO meu olhar se perdiaProcurando na naturezaSua imagem eu queria;É a mais profunda belezaDe um rosto que sofria.A saudade não tem jeito,OContinuar lendo “LINDA MENINA”

PRISIONEIRA DESSE AMOR

Autor: Beto Rocha Meu primeiro e único amor, Quanto tempo faz Que tu partistes e me deixastes? Será que o meu destino é sofrer? Essa dor toma conta do meu ser; Minha alma ainda anseia por ti. Amo-te, quero-te, loucamente. Meu corpo clama pelo teu; Desesperadamente, quero te tocar, Meu único amor, única paixão, MinhaContinuar lendo “PRISIONEIRA DESSE AMOR”

PAIXÃO DE ADOLESCENTE

Autor: Beto Rocha Mesmo o mundo sendo grande,O meu pensamento era pequeno.Sonhar podia,Mas eu não conseguia.O meu primeiro beijo,A minha primeira busca,O primeiro amor,O meu pensamento páraAlém da minha imaginação;Ficaram presos,Entre quatro paredes,Sem saída.O limite era você.Lá fora existia um mundo,Mas eu não enxergava nada,Pararam os sonhos;Dias, horas, meses e anos,Mas existia você.Porque eu sentiaContinuar lendo “PAIXÃO DE ADOLESCENTE”

O DOCE DO TEU SUOR

Autor: Beto Rocha Queres me enlouquecer, Me matar de prazer, Dá-me de beber Um cálice de sedução, Com o doce do teu suor; Depois de uma noite de prazer, De muito amor e paixão, Me lancei em sua teia, Nas águas azuis do mar, Desejando teu corpo de sereia; Estás distante de mim, Mas sintoContinuar lendo “O DOCE DO TEU SUOR”

DANÇARINA SOLITÁRIA

Autor: Beto Rocha  Te perdi para sempre. Não te dei o devido valor, Não valorizei seu amor. Hoje estou com leucemia, Minha casa é um quarto de hospital;  Por causa do tratamento agressivo, Entro um pouco em parafuso. As vezes quando ponho meu pijama,  Faço uma maquiagem, Levanto-me da cama e danço sozinha. As lembrançasContinuar lendo “DANÇARINA SOLITÁRIA”

POR QUE SERÁ?

Autor: Beto Rocha  As vezes fico me perguntando,Porque será que deixo de amar assim tão facilmente?Outras vezes, me pego a pensarque tenho que amar novamente.Sabendo que dentro de mim,Logo vai deixar de existir.Que jamais será infinito, e sempre terá um fim.Porque será?Que o vento leva tudo que sintoe esse mesmo vento,não o traz de volta.Nem euContinuar lendo “POR QUE SERÁ?”